Importar o módulo SQLPS

Com prazer que anuncio nossa primeira parte da série de PowerShell.

Está série abordará:

  • Configuração
  • Comandos
  • Scripts
  • Administração do Windows e SQL Server

Pularei parte de introdução cabendo ao usuário ficar a cargo de correr atrás caso não conheça nada do poderoso PS.

Um caminho para aprofundar no assunto é o livro: Windows Power Shell de Tyson Kopczynski.

http://juliobattisti.com.br/loja/detalheproduto.asp?CodigoLivro=SOP0000037

 

E como início abordaremos a parte de importação dos módulos SQLPS fundamental para administração do SQL Server.

O modulo carregará Snap-ins do SQL Server e assemblies de gerenciamento.

Seremos capazes de:

  • Executar comandos do Windows PowerShell de forma interativa.
  • Executar arquivos de script do Windows PowerShell.
  • Executar cmdlets do SQL Server. (Nosso foco)
  • Usar os caminhos de provedor do SQL Server para navegar pela hierarquia dos objetos do SQL Server.

Antes de iniciarmos é necessário habilitar o cmdlet Set-ExecutionPolicy que por segurança seu padrão é desabilitado.

Este processo nos dá permissão de execução de scripts PowerShell o que será necessário também para que possamos importar o módulo sqlps module.

 

MÃOS A OBRA!!

(Desculpem, meu Windows é 7 em português, por isso vai em nossa língua nativa mesmo).

  1. Abrir o Windows PowerShell com permissão de administrador.

Iniciar  >>  Todos os Programas >> Acessórios >> Windows PowerShell  Clique com botão direito do mouse no ícone e selecione executar como administrador.

Capturar

 

2.  Digite seguinte comando para verificar a restrição:

Get-ExecutionPolicy

 

Temos três categorias:

Restricted: Não carrega arquivos de configuração ou executar scripts. “Restricted” é a política de execução padrão.

– AllSigned: requer que todos os scripts e arquivos de configuração ser assinados por um fornecedor confiável, incluindo os scripts gravados no computador local.

– RemoteSigned: requer que todos os scripts e arquivos de configuração baixados da Internet ser assinados por um fornecedor confiável.

– Unrestricted: Carrega todos os arquivos de configuração e executa todos os scripts. Se você executar um script não assinado que foi baixado da Internet, você será solicitado a permissão antes de executar.

– Bypass: Nada está bloqueada e não há advertências ou avisos.

– Undefined: Remove a política de execução de ordens actualmente atribuído a partir do escopo atual. Este parâmetro não irá remover uma política de execução que está definido em um escopo de Diretiva de Grupo.

 

Mudaremos o parâmetro de Restricted para Unrestricted da seguinte forma:

Set-ExecutionPolicy -ExecutionPolicy Unrestricted

 

Agora você já pode importar os módulos do SQL digitando:

 

>Import-module SQLPS

 

Pronto!
Já estamos com os cmdlets instalados para que possamos usar o PS para acesso ao SQL Server.

  • Um conjunto de cmdlets, que são comandos usados em scripts do Windows PowerShell para especificar uma ação do SQL Server. Os cmdlets do SQL Server oferecem suporte a ações, como, por exemplo, a execução de um script sqlcmd que contém instruções Transact-SQL ou XQuery.

 

Publicado em PowerShell

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Arquivos
Follow SQL DATA BLOG on WordPress.com
%d blogueiros gostam disto: